Consciência: tudo o que não contaram a você sobre a realidade (mas que agora vamos revelar)

Tempo de leitura: 17 minutos

Consciência

 

Se uma criança lhe perguntasse o que é consciência você saberia responder?

Pergunta difícil esta, não é mesmo?

Se tiver curiosidade, consulte um bom dicionário, mas sinto lhe dizer que nem assim terá uma resposta definitiva.

Relaxe, mesmo os mais brilhantes cientistas da atualidade têm dificuldade em definir o que é consciência. Mas, não desanime! Conhecer o assunto fará toda diferença em sua vida.

Para investigarmos o assunto teremos de ir mais fundo na toca do coelho. Como dizem por aí, “são as perguntas que movem o mundo”. Então, aqui vão mais algumas:

Quando dormimos estamos conscientes?
Uma pessoa sob o efeito de anestesia geral ou em estado de coma está consciente?
A consciência cessa depois da morte?
Somente o ser humano tem consciência?

Agora complicou de vez…

Não vou lhe enganar. O tema consciência é um dos mais controvertidos e complexos. Então, por que insisto em que você abra sua mente para o que vamos expor neste artigo?

A resposta é simples: exatamente por não conhecer nada a respeito, grande parte da humanidade está atolada em dificuldades de todos os tipos: financeira, emocional, mental, física. E esse atoleiro chamamos de CRISE.

Basta ver as notícias e prestar um pouco de atenção nas conversas. As pessoas estão em crise. O mundo está em crise.

A ignorância está saindo caro para muita gente.

Para voltarmos a crescer como indivíduos e como coletividade, é essencial (e urgente) que o maior número de pessoas compreenda o que vamos apresentar aqui. Até o final do artigo, você saberá :

O que é consciência e como ela influencia sua vida;
Como se reconectar ao infinito Campo de In-Formação e Criatividade para transformar a sua vida ;
Como aplicar os 7 Princípios da Cocriação para se tornar um criador mais eficaz de sua própria realidade e alcançar maior qualidade de vida e liberdade;
Outras surpreendentes descobertas.

Vamos agora adentrar neste extraordinário universo da consciência.

Confesso que…

Eu mesma, apesar de ser formada em Medicina, ter recebido todo apoio emocional e financeiro da família e ter boa cultura geral, só passei a prosperar realmente quando compreendi o papel da consciência na criação da minha realidade.

Quando aprendi a me reconectar com o fabuloso Campo de Inteligência e Criatividade, que é pura consciência, passei a fluir com a vida , sem esforço e a ajudar efetivamente meus clientes.

Como aconteceu essa transformação pessoal? A história é longa, mas prometo que serei breve.

Há 35 anos, após anos de estudos e preparo, tornava-me caloura na Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo. Entrei para a faculdade cedo demais, a meu ver, para exercer uma profissão que lida com dor, sofrimento e um dos maiores medos do ser humano: a morte.

Após seis anos de curso, saí da faculdade esperançosa de poder salvar as pessoas das enfermidades. Seguindo a tendência da Medicina atual para a especialização, fiz mais três anos de residência médica em Dermatologia, em um dos maiores serviços médicos do país, o Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Julgando estar pronta, abri um consultório onde poderia aplicar o que havia aprendido em quase uma década de preparo. “Salvaria” o mundo e, no final do dia, voltaria para casa com a sensação de missão cumprida. Tipo menina superpoderosa…

Mas, as coisas tomaram outro rumo. Após dez anos de prática clínica, entrei em crise profissional e existencial.

Intrigava-me o fato de que 70% dos pacientes não se curavam. A estatística do meu consultório conferia com as de outros serviços médicos. Os pacientes ficavam bem temporariamente, mas retornavam com os mesmos sintomas, algum tempo depois. No linguajar médico, eles sofriam de “doenças crônicas”, passíveis de controle, não de cura.

Onde estava errando? Afinal, a Medicina é arte, mas também ciência. E a visão científica que sustenta a medicina ocidental diz que basta descobrir o “defeito” que causa a doença para, em seguida, “consertá-lo” com medicamentos, cirurgias, quimioterapia, etc. Assim como fazemos com um motor danificado, em que se substitui a peça quebrada e tudo volta a funcionar.

Hoje compreendo que o problema estava exatamente no modelo incompleto de saúde que eu seguia, no qual o elemento principal da cura era deixado de lado: a consciência . Na época, não tinha essa compreensão, o que me causou grande frustração.
Nesse ponto, embarquei na fantástica aventura do autoconhecimento. A ideia era me descobrir para descobrir o outro. Investi em pesquisas e vivências para saber mais sobre a natureza humana e sobre o funcionamento da mente.

Eu, que sempre fui apaixonada pelo conhecimento, passei a estudar ainda mais. Aprendi Medicina Tradicional Chinesa e obtive mais um título de especialista, desta vez em acupuntura médica. Tornei-me também uma terapeuta naturopata. Prossegui os estudos com fitoterapia chinesa, Yoga, terapias vibracionais, informacionais e, mais recentemente, Cura Reconectiva®.

Uma coisa levou à outra e isso foi longe. Como autodidata, estudei assuntos variados como filosofia, psicologia, programação neurolinguística (PNL), ciência do sucesso, empreendedorismo. Mas, foi na mecânica quântica que descobri o “pulo do gato”, o fator x capaz de explicar como funciona a realidade.

Hoje compreendo que não somos vítimas. Nossos problemas, sejam eles quais forem, são apenas o resultado da ignorância temporária sobre o funcionamento da realidade.

Podemos mudar nossas vidas para melhor, basta que iniciemos voluntariamente o processo de expansão da nossa mente a fim de estreitarmos nossa conexão com o extraordinário Campo da Consciência.

Para saber como, vamos prosseguir.

Afinal, o que é consciência?

Há muito tempo, esta pergunta vem instigando filósofos, místicos e mais recentemente alguns cientistas comprometidos com a verdade.

Normalmente, entendemos a consciência como aquele estado em que estamos acordados e alertas. Por isso dizemos que alguém sob o efeito de anestesia geral está inconsciente. Outra maneira de entender a consciência é como sendo o senso de responsabilidade de uma pessoa. Quem já não usou esta frase: “Você não tem consciência”?

Isso não está errado, mas consciência é muito mais!

Prepare-se agora para mudar completamente sua visão sobre consciência e realidade. Surpreendentes achados científicos vêm reforçando o que as antigas tradições de sabedoria já haviam percebido :

A Consciência é o princípio inteligente que ordena e sustenta todo o Universo. E como ela faz isso ? Através de um Campo de energia e in-formação.

Vamos descomplicar essa definição? Afinal, a simplicidade é a mãe da elegância e da eficiência . Veremos a seguir o que é campo, energia e in-formação.

O físico quântico Amit Goswami propõe que a consciência seja a base do ser, o fundamento de tudo o que existe. E também que a consciência se individualiza nas infinitas formas, seja nos seres viventes, seja nos objetos inanimados, no sentido de uma mente universal, cósmica. Assim, de um elétron a uma galáxia, tudo tem consciência em diferentes graus.

A consciência, portanto, é a realidade única e final.

Você é uma consciência individualizada que está em contato direto com o Campo da Consciência. Consciência é a sua essência, é quem realmente você é e não quem o seu ego lhe diz baseado na sua história pessoal (seu nome, profissão, crenças e experiências passadas). Você é muito maior que sua noção de eu.

O observador e as possibilidades

A mecânica quântica, uma parte da Física moderna, constatou através de inúmeros experimentos em laboratório que o observador cria a realidade.

A mecânica quântica é chamada de não intuitiva, isto é, muitos dos seus achados contrariam o senso comum de como percebemos a realidade.

Os achados experimentais da mecânica quântica causam muita estranheza às pessoas, como por exemplo, o fato de objetos quânticos (partículas, átomos e moléculas):

Poderem estar em mais de um lugar ao mesmo tempo;

Não se manifestarem na realidade até que alguém os observe;

Deixarem de existir em um ponto e passarem a existir em outro, simultaneamente, sem passar pelo espaço entre os dois pontos;

Poderem se influenciar instantaneamente a qualquer distância.

Quando estudamos o mundo das átomos e das partículas subatômicas, a realidade se mostra de forma radicalmente diferente do que estamos acostumados a perceber: todos os objetos são representados não como coisas determinadas, mas como ondas de possibilidades. No entanto, quando as medimos ou observamos, nunca vemos possibilidades; vemos um evento real.

Esse é o efeito do observador colapsando (convertendo, manifestando a realidade).

Por exemplo, um elétron, quando não observado, está em todos os lugares ao mesmo tempo, como se estivesse esparramado em uma onda. Quando é observado, torna-se uma partícula bem delimitada no espaço.

Quem causa o colapso (conversão) daquela realidade, tornando-a manifesta, é o observador.

E quem é o observador? Advinha … o ser consciente.

Sendo assim, cada ser cria a própria realidade através do conteúdo de sua consciência. Veremos como isso acontece mais adiante.

Maravilhoso, não ?

Energia

Albert Einstein disse certa vez:

“Todos os que estão seriamente envolvidos em pesquisas científicas se convenceram de que uma consciência está presente nas leis do universo – uma consciência infinitamente superior à do homem.”

E foi este grande físico alemão que , além de conceber um princípio inteligente e ordenador do universo, nos brindou com a célebre equação E=m.c², que mudou a forma como enxergamos a matéria.

Traduzindo, esta equação nos diz que massa (a quantidade de matéria num corpo) e energia são basicamente duas manifestações da mesma coisa.

Toda matéria não passa de energia condensada!

Os nossos cinco sentidos é que interpretam a energia como matéria.

Nada no mundo é sólido, de verdade. Nem você, nem a cadeira em que está. Se quebrarmos um objeto qualquer até chegarmos aos mínimos elementos que o compõem, encontraremos apenas espaço “vazio” ( 99,99%) e partículas interagindo.

E, pasme, o espaço de que tudo é feito só parece vazio, pois está repleto de energia e potencialidade e as partículas subatômicas, na verdade nem existem como as imaginamos. Elas são ondas de probabilidades e só aparecem quando observadas.

Pois é… como disse o ph.D em física quântica Fred Alan Wolf:

“Tudo o que você sabe sobre o universo e as leis que o regem está mais ou menos 99,99% errado”.

Por essa razão é fundamental que abra sua mente para esse assunto. Afinal, você é feito de energia e potencial infinito. Não seria fantástico aprender a lidar com esses superpoderes que já tem, mas desconhece?

A cada instante da sua vida , você dá forma a essa energia através da sua consciência , conforme seus pensamentos, sentimentos e ações. Saiba disso ou não, é o que acontece.

Gostou? está apenas começando.

Reconectando-se ao Campo

Você está ligado ao Campo de Consciência através da mente supraconsciente. A quantidade de in-formação e energia que esta pode receber é praticamente infinita.

A energia vinda dela é indiferenciada, não polarizada. Isto significa que ela pode ser positiva ou negativa dependendo da sua intenção. A criação desta energia no subconsciente é feita pela intenção: pelo uso de palavras, visualizações, meditações, atitudes, comportamentos.

Existem inúmeras maneiras de usar a energia e polarizá-la no subconsciente. Feito isso, terá uma quantidade praticamente ilimitada de energia para ser usada. Da energia pura poderá criar qualquer coisa, pois a matéria é simplesmente luz condensada.

O seu comportamento é definido pelo seu subconsciente. Quando você age automaticamente, é seu subconsciente dirigindo seus atos. E a maior parte do que faz é de forma automática. O consciente entra apenas com uma pequena fração das escolhas que faz no dia a dia. Por essa razão, é fundamental controlar de forma consciente o que coloca no subconsciente e o que chega dele até você.

A mente consciente pode controlar os conteúdos subconscientes, fazendo com que essa energia seja canalizada de forma construtiva.

A energia deve ser utilizada para construir a sua prosperidade. A prosperidade pode ser infinita, pois a energia que tem à sua disposição também o é. Basta escolher o que quer ser e fazer. O seu foco é que determina como a energia será gasta e o foco é sempre uma escolha consciente.

No dia a dia, você pode observar o seu subconsciente atuando nas escolhas que faz, nas emoções que tem, nos sentimentos, nas atitudes, no direcionamento que dá para sua vida.

O segredo do sucesso e da autorrealização é integrar e harmonizar os três compartimentos da mente. O consciente, através da vontade, reprograma o subconsciente com informações mais criativas vindas do supraconsciente, que é infinitamente mais amplo e sábio.

Quando precisar de uma orientação sobre qualquer assunto, você pode consultar a mente consciente, que trabalha bem com a razão. Para alguns assuntos, isso é o suficiente. Contudo, em alguns momentos, as respostas não podem ser encontradas nesse compartimento. É quando pode lançar mão da intuição, que traz um saber direto, além da capacidade do pensamento, originado no domínio da Consciência.

Às vezes, você espera que uma voz interior tome as decisões em seu lugar, e assim, pode acabar ouvindo suas próprias crenças, pensamentos condicionados, ou os pensamentos de outros menos sábios que você, guardados no seu subconsciente.

Como saber se a fonte da orientação que recebe como intuição vem do subconsciente ou do supraconsciente? A resposta é: através do sentimento que o conteúdo recebido lhe proporciona. Quando vem do subconsciente, geralmente a resposta é acompanhada de emoções negativas sentidas como medo, vergonha, culpa, raiva, mágoa, indignação, tristeza, preocupação e ansiedade. Isso porque, no geral, seu subconsciente foi alimentado na infância com crenças limitantes de outras pessoas e com suas próprias experiências infelizes ao longo da vida.

As emoções negativas que sente sempre estão em desacordo com a sua consciência, que é fonte dos mais nobres sentimentos.

Quando a orientação provém da sua consciência, as emoções são positivas: amor, confiança, contentamento, entusiasmo, alegria, paz, êxtase.

As emoções são como um sinalizador – um GPS – a guiá-lo a todo o momento. As emoções positivas lhe orientam sobre as melhores escolhas em relação ao referencial mais importante: o seu próprio caminho.

Por isso, você deve estar sempre atento ao que está sentindo e trabalhar no sentido de escolher os sentimentos mais sintonizados com o o Campo da Consciência. Isto é, você precisa vibrar na mesma frequência dele para ter acesso às in-formações que deseja.

Nunca estivemos realmente afastados do Campo da Consciência, pois é impossível nos afastarmos de algo que já somos em essência

Estamos dentro da Totalidade e não há como sair Dela.

Apenas perdemos uma parte da conexão, mas o suficiente para nos causar todo tipo de dificuldades.

Quando aprendemos a nos reconectar com esse Campo de Inteligência e a nos orientar por ele, somos beneficiados em todas as áreas da vida. Passamos a ter bem-estar físico, clareza mental, equilíbrio emocional, relacionamentos gratificantes, prosperidade financeira, sucesso nos negócios e paz de espírito.

Era da Consciência

Há alguns anos, quando entramos na Era da Informação, tivemos de aprender uma nova linguagem. Sem isso não poderíamos usufruir das maravilhas da tecnologia emergente: computadores pessoais, smartphones e internet. O que foi difícil para os adultos da época, hoje parece brincadeira de criança. Até os mais idosos ou resistentes à mudança tiveram de se adaptar a essa nova linguagem e já se aventuram no mundo virtual.

Vencemos as dificuldades iniciais e hoje recebemos inúmeros benefícios dessa era que nos conecta em tempo real e nos dá acesso a todo tipo de informação produzida pelo homem; o que antes era propriedade de uma elite. Isso nos trouxe mais liberdade.

Pois saiba que uma nova era está se instalando, ainda mais surpreendente que a anterior: a Era da Consciência. Ela também possui uma linguagem própria ao qual teremos de nos adaptar para surfarmos tranquilos nessa Onda.

Quanto mais conectados a essa rede infinita, mais in-formações estarão disponíveis para nós, vindas do Campo de Consciência. Sairemos da realidade virtual em que estamos para adentrarmos no campo da realidade última.

O potencial de crescimento que isso trará para o ser humano é inimaginável.

E por onde começar?

Como colocar isso tudo em prática e voltar a crescer, vencer a crise, prosperar nos negócios?

Vejo no empreendedorismo consciente uma excelente forma de se atingir a liberdade e a qualidade de vida que desejamos, pois está em sintonia com a nova visão de mundo baseada na consciência.

Prossiga para entender como isso é possível.

Empreendedorismo Consciente

O Empreendedorismo Consciente se diferencia das demais formas de empreendedorismo por considerar a consciência como a base de tudo o que existe.

Leia nosso artigo completo sobre o tema clicando aqui

Como vimos até aqui, o Campo de Consciência une todas as pessoas, todas as coisas, em todos os lugares e o tempo todo.

Ser um empreendedor consciente não é apenas criar um negócio, um produto ou colocar uma ideia em prática afim de prosperar, é estar em sintonia consigo mesmo, com as demais pessoas, demais seres, com o meio ambiente e com o Campo de Consciência: fonte ilimitada de criatividade, energia e in-formação. Fazendo do mundo um lugar melhor para todos.

O que se vê por ai sobre “empreendedorismo consciente” até o momento, pauta a consciência apenas na responsabilidade com os seres e o meio ambiente.

Nosso posicionamento vai além: aplica os princípios do novo paradigma científico , levando a consciência , como principio criador, aos negócios.

O empreendedorismo consciente baseia-se na consciência para oferecer às pessoas a possibilidade de terem liberdade:

Financeira
Geográfica
De tempo
De escolha
De criar deliberadamente sua própria realidade.

Nossa meta é criar uma comunidade de empreendedores ao redor do mundo com uma nova visão da realidade, transformando totalmente a maneira como se trabalha e se faz negócios.

O mundo muda rapidamente. Aqueles que aprenderem a se conectar com o vasto Campo de Inteligência e In-formação do qual fazemos parte, se adaptarão facilmente às mudanças e transformarão qualquer crise em oportunidade.

 

A Consciência cria. O empreendedorismo transforma.

Empreendedorismo Consciênte

Insira o seu endereço de email abaixo para receber gratuitamente as atualizações do blog!>

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *